SIGA-ME

   SERMÃO DO MEU NOVO LIVRO: ( VOCÊ QUER PREGAR COM SEGURANÇA )

A FÉ TRAZ O MILAGRE!
Texto: Mc. 2:1-12
Introdução: Além de louvar um Deus misericordioso e reconhecer o que Ele nos deu (Sl. 103:1-6), existem algumas coisas específicas que podemos fazer para preparar-nos para o toque de Deus sobre o nosso problema.
1 – Afaste-se das pessoas que rejeitam o poder de Deus e a Unção do Espírito Santo.

Como podemos receber o milagre se nos cercarmos de pessoas incrédulas?
- O paralítico descrito no texto acima se cercou de quatro homens que foram com ele até o milagre acontecer. (Mc. 2:3-5).
- Josué teve Calebe ao seu lado e, somente ambos entraram na terra prometida.
- A Escritura diz que nos últimos dias haveriam pessoas: “tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te”. (2 Tm. 3:5).
- Quando você vive numa atmosfera de incredulidade, não é preciso muito para destruí-lo. A Bíblia diz: “Melhor é a sabedoria do que as armas de guerra, mas um só pecador destrói muitos bens”. (Ec. 9:18).
- Quantos pecadores são necessários para causar destruição? Um. Afaste-se dessas pessoas!
- Quando você percebe o poder da palavra falada e escrita, irá evitar aqueles que querem destruir a sua fé. “A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do ser fruto”. (Pv. 18:21).
- Para onde voltar-se, a fim de fortalecer a sua fé? “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus”. (Rm. 10:17).
2 – Quando buscar um milagre, peça com fé.
- Precisamos remover a palavra “SE” de nossa oração. A palavra de Deus diz: “Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levantada pelo vento e lançada de uma para outra parte. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa”. (Tg. 1:6-7).
- Se tiver dúvidas, não espere receber muito do Senhor. Ao invés disso, peça com fé sabendo que é da Sua vontade abençoá-lo. Jesus perguntou a Bartimeu: “Que queres que te faça? E ele disse: Senhor que eu veja. E Jesus lhe disse: Vê; a tua fé te salvou”. (Lc. 18:41-42).
- “Nunca se pode agradar a Deus sem fé, sem confiar n'Ele. Qualquer um que queira ir a Deus deve crer que existe um Deus, e que Ele recompensará aqueles que sinceramente O procuram.” (Hb. 11:6).
3 – Deixa que sua fé tenha completa liberdade.

Veja o que aconteceu nos dias do Novo Testamento:
- Certa vez quando o Apóstolo Paulo estava pregando em Listra, havia um homem presente que era: “Leso dos pés, coxo desde o ventre de sua mãe, o qual nunca tinha andado.” (At. 14:8).
- A Bíblia registra que: “este ouviu falar de Paulo, que, fixando nele os olhos, e vendo que tinha fé para ser curado, disse em voz alta: levanta-te direito sobre teus pés. Ele saltou e andou”. (At. 14:9-10).
- Os dez leprosos parando a uma certa distância de Jesus: “E levantaram a voz dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós” (Lc. 17:13).
- Quando Jesus os viu, lhes disse: “Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos.” (Lc. 17:14).
- Quando ocorreu a purificação? Quando eles foram. Eles liberaram a sua fé.
- O filho pródigo recebeu o milagre da restauração quando decidiu voltar à casa de seu pai: “E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se ao seu pescoço e o beijou”. (Lc. 15:20).
Conclusão: Qual seria a sua maior necessidade? Qualquer que seja o problema é vital que se aproxime do Senhor com espírito de louvor, agradecimento e uma fé viva.

O PREPARO PARA GRANDES CONQUISTAS - Josué – Cap. 1. 2 e 3

Fomos chamados por Deus para sermos uma geração de conquistadores, a conquista de territórios físicos e espirituais, só será possível com a conquista de territórios espirituais internos. Conquistar é dominar alguma coisa até que se torne seu...
Absolutos espirituais como a fé, a coragem, a santidade, nos capacitam para vencermos os embates travados contras as trevas.
Deus entregou à Josué a incumbência da conquista da terra prometida ao povo que saíra do Egito, toda geração que estava seguindo Moisés havia morrido e foi a nova geração na liderança de Josué que iniciou a conquista da terra que mana Leite e Mel.
Conquistar não é uma utopia, o Cristão passa por fazes difíceis, passa por aflições, mas o Rei da Conquista nos encoraja à ter bom ânimo, pois Ele havia vencido o mundo, conseqüentemente nós seus discípulos somos vencedores das adversidades deste mundo. 
Como Preparar-se para Grandes Conquistas?
1. Prover-se de alimento – 1:11.
Muitos perdem o que deveriam conquistar, em virtude de ficarem enfraquecidos com o tempo. É com a força da “comida”, disposição de ânimo, persistência e determinação que as conquista se dão. O frouxo, fraco, não ganha guerra.“Passai pelo meio do arraial e ordenai ao povo, dizendo: Provede-vos de comida, porque, dentro de três dias, passareis este Jordão, para que entreis na terra que vos dá o SENHOR, vosso Deus, para a possuirdes.” Alimentar-se da Palavra de Deus.
2. Ter confiança nas palavras da sua promessa – 1:13.
Não há promessa que Deus não cumpra, e não há promessa que se cumpra se você não confiar e batalhar para a sua realização. “Lembrai-vos do que vos ordenou Moisés, servo do SENHOR, dizendo: O SENHOR, vosso Deus, vos concede descanso e vos dá esta terra.”
3. Receber com ardor a ajuda das pessoas
(auxílio, assistência). Elas são respostas de Deus as suas orações – 1:14. Ninguém vence sozinho. Dependemos sempre da ajuda de alguém para alcançarmos os nossos objetivos. Deus sempre coloca perto de nós alguém que tem a chave da porta que precisamos abrir.
4. Não ter problemas em acatar ordens – 1:16.
Aquele que não acata ordens não tem espírito de equipe e cooperação. Ninguém coloca dentro de uma estrutura hierárquica alguém com potencial para destruí-la. Quem acata ordens prazerosamente tem consciência da importância da estrutura hierárquica, e está apto para escalá-la até o topo. “Então, responderam a Josué, dizendo: Tudo quanto nos ordenaste faremos e aonde quer que nos enviares iremos.”
5. Esforçar-se para enxergar a sua bênção – 2:1.
Ter a capacidade de ver, não apenas o que se deseja conquistar, mas, as vias pelas quais as conquistas poderão se dar. Muitas vezes o “instrumento” que Deus usa para nos fazer conquistar está mais perto do que imaginamos. As conquistas são perdidas por falta de visão.
CONCLUSÃO: Toda conquista requer um preparo,
Lembre-se: Conquistar é dominar alguma coisa até que se torne seu...
Josué 10:24-27 – Ponha suas fragilidades, inseguranças, desânimos, infidelidade, indiferença, cansaço, desconfiança, crítica e tudo mais que roubam sua conquista, debaixo dos seus pés.
•    Seus inimigos podem ter a aparência de grande, mas você pode vê-los do tamanho que cabe debaixo dos seus pés....
•    O Senhor o ajuda colocar seus inimigos debaixo dos seus pés (10:25), mas quem os elimina e os expõe à vergonha é voceeeee!!!! (10:26)...
Levante-se agora, assim como foi com Josué e o povo pode ser com você....



Transformando o fracasso em vitória

O fracasso faz parte da vida. Ele é o preço que pagamos pelo progresso. Por isso precisamos aprender a viver com os erros e olhar para o fracasso por um aspecto positivo. Precisamos ser fortes diante dos insucessos. Salomão diz: “Se te mostras fraco no dia da angústia, a tua força é pequena” (Pv 24.10). John Maxwell diz: “A diferença entre as pessoas medianas e os empreendedores é sua percepção e sua reação diante do fracasso”. Paul J. Meyer confirma: “a vida é 10% daquilo que acontece comigo e 90% de como eu reajo a isto”. Israel, após a grande vitória contra a poderosa Jericó, foi derrotado de forma humilhante por Ai (Josué 7). A causa da derrota coletiva foi o pecado de Acã. O pecado foi investigado, identificado, confessado, julgado e punido. Mas, Israel precisava continuar marchando e Ai precisava ser enfrentado e derrotado. Não importa quantos erros venhamos a cometer, o pior erro de todos é não tentar outra vez. Alexandre Whyte diz: “A vida cristã vitoriosa é uma série de recomeços”. O capitulo de Josué 8 nos ensina a transformar derrotas em vitória. Nele aprendemos a recomeçar de forma mais inteligente. Para transformamos fracassos em vitórias precisamos de três atitudes. Primeira atitude, precisamos nos animar no Senhor. “Disse o SENHOR a Josué: Não temas, não te atemorizes” (v.1). Todo fracasso gera desanimo quanto ao passado e medo do futuro. A cura para isso é o animo e a força que vem de Deus. Nas derrotas e nos fracassos da vida precisamos nos animar no Senhor. Quando os Amalequitas invadiram e destruíram a Ziclague, levando cativos as famílias e os bens de Israel, Davi precisou se animar no Senhor: “Davi muito se angustiou, pois o povo falava de apedrejá-lo, porque todos estavam em amargura, cada um por causa de seus filhos e de suas filhas; porém Davi se reanimou no SENHOR, seu Deus” (1 Samuel 30.6). Davi se reanimou no Senhor, e com a autorização divina, foi atrás e reconquistou tudo o que o inimigo havia levado. Faça como Davi: reanime-se no Senhor, seu Deus. Segunda atitude, precisamos seguir as estratégias de Deus. Deus sempre tem um plano estratégico para o seu povo. E o caminho mais curto e eficaz para a vitória é seguirmos as estratégias de Deus. Em sua primeira investida contra Ai, Josué seguiu o conselho dos homens e usou apenas parte da sua força militar. Agora, Deus diz: “toma contigo toda a gente de guerra, e dispõe-te, e sobe a Ai” (v.1). Deus ordena a Josué a usar todo o seu potencial de guerra. A estratégia divina tomou por base a derrota anterior, pois Deus nos ensina a transformar fracassos em sucessos. A estratégia que Deus deu a Josué para vencer Ai foi o oposto da estratégia usada em Jericó. Deus tem estratégias diferentes para cada empreendimento da nossa vida. Não confie em estratégias de sucesso, mas em Deus. Charles Stanley diz: “Ter sucesso é, dia após dia, ser como Deus quer que sejamos e alcançar as metas que estabelecemos sob a orientação dele”. Terceira atitude, precisamos agir confiados nas promessas de Deus. Deus diz a Josué: “olha que entreguei nas tuas mãos o rei de Ai, e o seu povo, e a sua cidade, e a sua terra” (v.1). A vitória vem do Senhor para aqueles que se apropriam das suas promessas. A promessa de Deus não tem nenhuma eficácia se não for acompanhada pela fé: “Porque também a nós foram anunciadas as boas-novas, como se deu com eles; mas a palavra que ouviram não lhes aproveitou, visto não ter sido acompanhada pela fé naqueles que a ouviram” (Hebreus 4.2). Sem fé é impossível agradar a Deus e receber dele alguma vitória. Não importa o tamanho ou a dimensão do seu fracasso. Você pode levantar e recomeçar outra vez. F. W. Robertson disse: “A vida, assim como a guerra, é uma série de erros, e não é o melhor cristão nem o melhor general que dá o menor número de passos em falso. A mediocridade pode levar a essa ideia. Na verdade, porém, o melhor é aquele que conquista as vitórias mais esplendidas extraindo-as dos erros. Esqueça os erros; use-os para organizar vitórias”.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

Translate

Blog Cristão